triglicéridos

mais alta qualidade sementes de chia, maca e moringa em pó para o menor preço de exportação direta

Belgique - graines de chia chia seeds Canada Česká republika - Chia semínka Danmark - Chia frø chiazaad chiaseeds Italia - semi di chia България - семена от чиа Eesti - Chia seemned Suomi - Chia siemenet Österreich - Chiasamen Magyarország - chia mag Ελλάδα - Chia σπόροι Latvija - chia sēklas

Lietuva - Chia sėklos Slovensko - chia semená Slovenija - chia semena Chiasamen Deutschland semillas de chía España graines de chia France Chia frø Norge chia seeds Ireland Polska - nasiona Chia Portugal - sementes de chiaSchweiz - Chiasamensverige - Chia frön chiaseeds United Kingdom

Loading...
Shopping Cart: 0,00 €

O seu carrinho de compras está vazio

triglicerídeo

benefícios de sementes de chia

omega 3

proteína

diabetes

sementes de chia para emagrecer

perder barriga

nutrição

fibra

triglicéridos

doenças cardiovasculares

contra-indicações

chia propriedades

comparação chia e outros sementes

girassol

sementes de chia branco

 

 

O que são triglicerídeos e sua importância para o colesterol

 

Os triglicerídeos são um tipo de gordura (lipídio) que circulam no sangue. Ao consumir mais calorias do que o corpo necessita, elas são, imediatamente, convertidas em triglicerídeos. Esses triglicerídeos são armazenados em células de gordura que são utilizados mais tardem através de hormônios para a liberação desses triglicerídeos armazenados para a energia entre as refeições. Esse é um processo normal. No entanto, se você comer, regularmente, mais calorias do que queima, especialmente calorias ruins, então, você pode desenvolver hipertrigliceridemia (triglicerídeos elevados). Ainda que não esteja claro como os altos níveis de triglicerídeos podem contribuir para a aterosclerose (engrossamento das paredes arteriais e endurecimento das artérias) o que aumenta o risco de ataque cardíaco, de acidente vascular cerebral e de doenças cardíacas. Comer sementes de chia pode, sem dúvidas, fornecer ajudas de várias maneiras:

Diretamente: uma pesquisa mostra que o padrão dietético da proteína de soja, de aveia, nopal e a semente de chia, há uma redução dos níveis de triglicerídeos no soro; PCR no soro (amostra de proteína C reativa, indica inflamação ou infecção aguda) e AUC de insulina (3). Quanto à fatores de risco cardiovascular DHA, demonstrou-se redução nas concentrações de triglicerídeos. Diferentes estudos em ratos também mostram que as sementes de chia aumentam o HDL (colesterol bom) e reduz os triglicerídeos, a resistência à insulina, a gordura abdominal e a inflamação.

Indiretamente, a fibra também está relacionada com a síndrome metabólica, um conjunto de elementos que aumentam as possibilidades de diabetes e o desenvolvimento de doenças cardíacas. Esses elementos incluem a pressão arterial alta, um alto nível de insulina, excesso de peso (principalmente a gordura abdominal), altos níveis de triglicerídeos e baixos níveis de HDL (colesterol bom). Diferentes estudos mostram que uma maior ingestão de fibras de cereais e grão integrais são capazes de inverter essas síndromes que são cada vez mais comuns. Um estudo afirma que nos últimos tempos "a ingestão de grãos integrais foi associada de forma favorável em relação aos fatores de risco metabólicos da diabetes tipo 2 e às doenças cardiovasculares..."  

A Cleveland Clinic mostra que as sementes de chia melhoram a pressão arterial nos diabéticos, podem também reduzir o colesterol triglicerídeos, LDL total e aumentam o colesterol saudável.

Veja também:
http://www.fasebj.org/content/28/1_Supplement/1035.8.short
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22090467

Conclusão: Vários estudos mostraram que as sementes de chia têm um efeito positivo, diretamente, na redução dos níveis de triglicerídeos no soro e também indiretamente, através de seu alto conteúdo de fibras.